đŸ‡§đŸ‡· InglĂȘs para Desenvolvedores

HĂĄ um tempo tenho refletido sobre a quantidade de conteĂșdo para desenvolvedores que conseguimos encontrar na lĂ­ngua inglesa e Ă© possĂ­vel constatar que a quantidade de conteĂșdo Ă© absurdamente maior do que qualquer outra lĂ­ngua.

Mesmo sabendo que temos muito conteĂșdo bom e de qualidade na nossa lĂ­ngua, se fizermos uma rĂĄpida busca no Google ou YouTube, notamos que os vĂ­deos ou sites mais acessados de conferĂȘncias, eventos, tutoriais, cursos, estĂŁo em inglĂȘs.

Como desenvolvedores, ao procurarmos esses conteĂșdos, sempre esbarramos em artigos ou vĂ­deos em inglĂȘs. Pra quem nĂŁo tem a prĂĄtica ou hĂĄbito de ler/ouvir conteĂșdos em lĂ­ngua estrangeira, perde-se uma Ăłtima oportunidade de evolução e conhecimento.

Digo isso, porque durante muito tempo, esbarrava em artigos e vĂ­deos em InglĂȘs, que me faziam perder o interesse e consequentemente perdia oportunidades valiosas. Para resolver esse problema, tomei algumas atitudes e quero compartilhĂĄ-las com pessoas, que por ventura, passam pelo mesmo problema:

1 — Tudo em InglĂȘs: Primeira atitude que me forcei foi mudar todos os meus recursos para InglĂȘs: Sistema Operacional, Conta do Google, ferramentas de desenvolvimento e idioma do celular. No inĂ­cio Ă© cansativo pois quando nĂŁo se sabe a palavra, Ă© inevitĂĄvel que vocĂȘ fique perdido, porĂ©m, com o tempo acostuma e aprende. Como benefĂ­cio vocĂȘ entra em contato com muitas palavras e expressĂ”es de um dia-Ă -dia de trabalho.

2 — Pesquisas em InglĂȘs: Precisou pesquisar qualquer coisa ? Comece com a pesquisa em inglĂȘs, se nĂŁo achar, provavelmente o que vocĂȘ procura sĂł faz sentido na sua lĂ­ngua.

3 — MĂșsica: Tente incluir nas suas playlists mĂșsicas em inglĂȘs (se jĂĄ nĂŁo tiver) e se esforce para entendĂȘ-las. Durante muito tempo, quando podia, abria a letra da mĂșsica e acompanhava a leitura. Assim ficava em contato com a pronuncia e ligava o som Ă  palavra.

4 — Podcasts: Talvez essa seja a mais importante, pois alĂ©m de estar em contato com o InglĂȘs, vocĂȘ estĂĄ em contato com um assunto que vocĂȘ gosta, no meu caso desenvolvimento de software, tecnologia e curiosidades gerais (biologia, fĂ­sica, astronomia e etc). Como benefĂ­cio, ganha-se tempo, pois vocĂȘ pode ouvi-los enquanto estĂĄ no trĂąnsito ou lavando louça. VocĂȘ tambĂ©m fica em contato com jargĂ”es da sua ĂĄrea de interesse e ao mesmo tempo aprende coisas novas. Tem um gist muito bom do Giovanni Bassi, com uma lista de podcasts (nĂŁo necessariamente voltados ao pĂșblico de TI).

5 — VĂ­deos: Outra recomendação, Ă© assistir vĂ­deos de conferĂȘncias, cursos, tutorias, etc. em InglĂȘs. Com o tempo e prĂĄtica vocĂȘ vai acostumado com os termos e obtendo uma fluĂȘncia ao ouvir.

6 — Skype: Se vocĂȘ tiver disponibilidade, tempo e um dinheirinho sobrando, recomendo muito, aulas de conversação por Skype com professores nativos de inglĂȘs. Existem alguns serviços que oferecem isso, como o italki ou Preply. LĂĄ estĂŁo disponĂ­veis professores com preços de todos os nĂ­veis começando de $ 8 hora/aula. Com uma aula de 1 hora por semana, tenho certeza que em um ano vocĂȘ estarĂĄ muito bem.

Ao final de todo esse investimento, muitas possibilidades se abrem, desde que vocĂȘ queira: emprego, trabalho em outros paĂ­ses, conhecimento e cultura. Ou seja, vocĂȘ nĂŁo estĂĄ mais em uma caixinha limitada pela sua lĂ­ngua.

Software Engineer and passionate about distributed systems

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store